Android e iOS: saiba quais são as principais diferenças entre eles!

Tempo de leitura: 6 minutos

Quando se fala em eletrônicos, como celulares e tablets, uma questão é essencial: o sistema operacional. Esse elemento determina como o aparelho funciona, então é fundamental conhecer os tipos disponíveis. No mercado, Android e iOS são os mais populares.

O iOS foi criado pela Apple e surgiu em 2007 para integrar a primeira leva de smartphones da marca. O Android veio logo em seguida. Desenvolvido em 2008 pelo Google, apareceu para bater de frente com a alternativa que dominava o segmento.

A seguir, explore as diferenças entre Android e iOS e aprenda quais são os seus pontos fortes e fracos.

Popularidade

Uma das características principais do iOS é que ele é exclusivo para produtos da Apple. Então, apenas os modelos de iPhone e de iPad apresentam esse sistema operacional. Em parte, tem a ver com a exclusividade buscada pela marca.

Por outro lado, o Android roda em aparelhos de diversas marcas. Então, é possível encontrar desde smartphones e tablets top de linha até os mais populares com esse elemento.

Nos quesitos popularidade e acesso, o Android sai na frente. Para uma assistência técnica, isso é importante porque significa que existe uma comunidade muito maior. Então, os defeitos são conhecidos com mais facilidade devido à grande quantidade de usuários.

Aplicativos

Por ter sido lançado primeiro, na disputa entre Android e iOS, o sistema operacional da maçã ganhava no número de apps. A App Store, como é conhecida a loja de aplicativos, tinha um número consideravelmente maior do que a Play Store, do Google.

No entanto, a partir de 2015, a versão do Android superou a do iOS. Como o sistema também se tornou o mais usado no mundo, muitos desenvolvedores começaram a dar preferência a essa loja de aplicativos. Então, é possível encontrar uma variedade muito maior.

Por outro lado, é interessante notar que o iOS ainda tem a preferência de algumas empresas, inclusive com parcerias exclusivas. Como resultado, alguns recursos só estão disponíveis nessa loja.

Transferência de arquivos

A transferência de arquivos é um processo muito recorrente para os usuários de smartphones e tablets. É comum querem incluir uma música ou um vídeo, bem como salvar as fotos no computador para liberar espaço. Então, poder ter acesso a esses dados é uma forma de facilitar o cotidiano.

Uma das reclamações sobre o iOS é, justamente, a necessidade de ter um intermediário. É preciso usar o iTunes como uma ferramenta para transferir arquivos, o que impede a tarefa de ser realizada a qualquer tempo.

Por outro lado, o Android funciona, em vários casos, como um pendrive. Basta encontrar as pastas adequadas e fazer a transferência de arquivos. Para a assistência, é um jeito prático de trabalhar, bem como para o usuário final.

Segurança

Outra diferença entre Android e iOS é a questão da segurança e é algo que tem a ver com a proposta de funcionamento de cada sistema operacional. O iOS, por exemplo, funciona no estilo “sandbox”. Ou seja, ele cria uma compartimentação no uso dos aplicativos, o que diminui as chances de um malware se espalhar e controlar todo o dispositivo.

A App Store também é muito mais eficiente que a sua concorrente em impedir a presença de apps que roubam os dados do usuário, por exemplo. Então, existe um nível de proteção maior.

Já o Android tem algumas vulnerabilidades. Ele permite obter um grande nível de personalização e, sem critério, pode levar a falhas na segurança. No entanto, as suas atualizações têm trazido cada vez mais eficiência na proteção dos usuários, o que coloca ambos em uma espécie de empate técnico.

Desempenho

É muito comum ver as pessoas falando que o iOS oferece uma experiência limpa e estável do que o Android. Em parte, é verdade, mas tudo depende do parâmetro de comparação.

Como o iOS só aparece nos modelos de iPhone, há muita consistência no desenvolvimento. Isso significa que os aparelhos têm qualidades padronizadas, como memória e processadores, para desempenhar todas as suas funções.

Já o Android surge em diversos aparelhos e fabricantes. Os mais simples, naturalmente, têm menos recursos e as configurações podem levar a travamentos.

Ao comparar um iPhone a um Android top de linha, entretanto, o resultado é bem parecido. A navegabilidade é fácil, a velocidade é elevada e a estabilidade é consistente e praticamente equivalente nos dois.

Conectividade

É cada vez mais comum encontrar aparelhos inteligentes, como as smart TVs. Graças à conexão com a internet, permitem unir diversos recursos, o que garante uma experiência completa.

Entre Android e iOS, entretanto, há uma diferença importante. Como o iOS é exclusivo da Apple, ele só se conecta com aparelhos desenvolvidos pela empresa. Então, é preciso ter Apple TV ou Apple Watch para conseguir se conectar e usar esse sistema operacional.

O Android, por ser de código aberto, oferece muitas possibilidades. Assim, não é necessário fazer tantas modificações, o que garante uma adaptação melhor às necessidades específicas.

Utilidades

Como o Android permite um nível maior de personalização, a experiência e as utilidades podem ser diferentes, dependendo das preferências do usuário. Dá para incluir widgets ou não, bem como mudar a aparência. No iOS, a proposta é criar uma alternativa padronizada.

Um ponto positivo em relação ao iOS é a atualização do software. Mesmo aparelhos antigos recebem, ao menos, um upgrade do sistema. Com isso, não seria necessário fazer uma troca tão rápida somente ao considerar tal aspecto. Nos celulares Android, a capacidade de receber as novidades de desenvolvimento depende do acordo de cada fabricante.

Por outro lado, o do Google sai ganhando por oferecer uma possibilidade bastante desejada: o uso de cartão de memória. Isso garante um armazenamento extra, o que permite adquirir um celular intermediário e obter melhor desempenho mesmo assim. Já no caso do iPhone ou iPad, só é possível ter um espaço maior ao comprar uma versão superior.

Ambos trazem soluções parecidas, como os assistentes de voz (Siri e Google Assistant), uso de inteligência artificial e recursos de mensagens, toques e gestos. Os últimos, entretanto, são muito mais avançados no iOS, então vale a pena considerar esse aspecto.

Na disputa entre Android e iOS, os dois sistemas apresentam muitas diferenças que impactam o uso e até a assistência técnica. Ao conhecer os pontos, fica fácil se preparar para lidar com problemas e defeitos.

Para deixar os seus amigos por dentro dessas distinções, compartilhe o post nas suas redes sociais e abra o debate!

Comentários

comments